quinta-feira, abril 03, 2008

Quebra-retalhos

...talvez um meio de entortar as coisas
entornar, distorcer, mastigar
engolir a seco
cuspir, vomitar, sangrar...

... talvez seja tudo isso
talvez seja nada
quem sabe em outra parada encontre teus olhos...

Fiz quebra cabeça de você
E a cada caminho, recolho peças.
Tentativa desvairada, a cada sorriso,
Escorre lágrimas.

E como um emaranhado de cabelos
Cada fio uma lembrança
E pinçando, vou...
... uma
a
uma...
Até descobrir onde estou

Quem sabe, feito colcha de retalhos
Escrevo o que restou
E de pedaços, reconstruo o que acabou

Como tarde demais?
Se tão pouco cedo, é...

Um comentário:

Marcela e Sofia!!! disse...

Ola, pesquisando..encontrei seu blog, eu tb tenho um visite-nos.....

abraços...